sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Vida analógica

Nossa vida não é definida, não é algo lógico, ela tem variações e não pode ser prevista.

Definições

Lógica: do grego clássico logos, que significa palavra, pensamento, idéia, argumento, relato. Aquilo que tem uma razão e é definido.

Ana: negação (não o nome de uma mulher).

Introdução

Uma seqüência numérica é algo lógico, se considerarmos o conjunto dos números naturais teremos 1, 2, 3, 4, 5... . Mas entre os números 1 e 2 temos infinitos números, então usamos o conjunto dos números reais, 1, 1.1, 1.2, 1.21, 1.22... . E ainda entre cada par de números há infinitos números, o que nos leva a uma não definição.

Desenvolvimento

Nos dias atuais a vida é levada de forma lógica, isso por imposição do sistema atual, temos que acordar no mesmo horário, pegar o mesmo ônibus, descer no mesmo ponto, entrar na empresa naquela hora específica, sair no horário pré-definido... .

Nossa vida não é definida, não é algo lógico, ela tem variações e não pode ser prevista. Devemos levar em conta as variações de humor e as condições emocionais de cada um. Às vezes não temos condições de trabalhar, mas como fomos programados para ir, então devemos ir.

Conclusão

A vida não pode ser considerada apenas por números naturais, mas sim por todo o conjunto dos números reais, levando-se em conta todas as variações e condições.

Não devemos nos prender a lógica do sistema, sejamos analógicos e livres.

 

Texto extraído com muito cuidado da cabeça do Bruno.

domingo, 18 de maio de 2008

Só sei do passado

O futuro não existe, o presente eu não conheço, só sei do passado.

Introdução:

 

O tempo: por convenção, é algo contínuo e unidirecional, ou seja, ele só vai pra frente e não para.

O presente: É o exato momento na linha do tempo em que nós estamos, pense no presente como algo puntiforme, um ponto sem nenhum tamanho, beirando o vazio, o inexistente, pois como o tempo não para, é impossível definir um exato momento estático do presente, esse momento deve ser tão pequeno que quase some.

O passado: É toda extensão do tempo que se encontra atrás desse ponto do presente.

O futuro: É toda extensão do tempo que se encontra em potencial, repito, em potencial depois do ponto do presente.


Imagem Pas.Pre.Fut.
              

Filosofando:

 

Sendo assim, ninguém conhece o presente, pois ele está sendo vivido agora, só depois do presente passar, quando ele virar passado, é que teremos conhecimento dele, ou seja, o presente ninguém conhece só conhecemos o passado.

- Ah tá, entendi, mas Bruno, por que você diz que o futuro não existe, estou ficando preocupado.

Calma, vou explicar:

Bem, de fato o futuro não existe, como me referi na introdução ele é algo potencial, ou seja, está para existir; tudo que você pensa que virá no futuro, como por exemplo, jogar uma bola pra cima, você sabe que ela vai voltar, mas isso porquê você já viu acontecendo antes, não é certeza que a bola vai voltar é tudo especulação, tudo cálculo e tudo baseado no passado.

Concluindo:


Por fim podemos dizer que:

O futuro não existe, o presente eu não conheço, só sei do passado.


                                                   
Texto retirado da cabeça do Bruno.

sexta-feira, 9 de maio de 2008

É normal ser NORMAL ?

Desrespeito onibus

Normal pode ser definido como aquilo que não é diferente, que é regular, corriqueiro.

Normal também é algo relativo e tem relação com o espaço e tempo.

Contextualizando: O que é normal hoje?

Onde vivo e na época que vivo normal é tirar vantagem o máximo possível em qualquer situação, como entrar na frente de todo mundo pra pegar um ônibus, ignorando a fila, mentir para clientes e dizer sempre que seu produto ou serviço é o melhor, ignorar os que precisam de atenção, não ter tempo, ficar estressado, comer mal, nunca se divertir, aliás, isso é perda de tempo.

Será que eu quero ser normal? Será que é normal ser normal?

Eu acho tudo isso doentio e uma banalização da vida.

Então anormal é ser educado, respeitar os outros, ser verdadeiro, esperar na fila, dividir, jogar o lixo no lixo, etc.

Sendo assim, quero ser ANORMAL.

segunda-feira, 31 de março de 2008

Sinto que não me pertenço

prisio

Sinto que não me pertenço, sinto que sou apenas peça do jogo, jogo este que não permite que eu tenha minha própria opinião, preciso apenas seguir as regras, regras estas que valorizam apenas aqueles que controlam as peças, peça esta que sou eu, que sinto que não me pertenço.

Até quando iremos colaborar com o enriquecimento alheio e drenar todas as nossas energias nos privando de bons momentos, até quando viveremos esperando por aquele dia em que poderemos ser livres, nunca seremos livres, somos prisioneiros desse sistema, colaboramos com o aprisionamento de outros e até os que nos aprisionam estão presos.

Mas existe um mundo em que sou livre, um mundo em que faço o que quero, um mundo que posso afirmar com certeza que sou feliz, um mundo em que não preciso olhar no relógio, pois não tenho compromisso, um mundo em que minhas expectativas não são frustradas.

Sim, existe esse mundo, são os meus sonhos, quanto mais sou oprimido pelo mundo mais eu sonho, vivo nos sonhos o que não posso viver no mundo, vivo sonhando, sonho na vida.

A minha mente me pertence, meus pensamentos me pertencem, meus sonhos me pertencem, isso o sistema não pode comprar.

sexta-feira, 14 de março de 2008

Pensar é Preciso

Nem sempre se deve usar como base o que foi mencionado anteriormente ou partir do pressuposto que aquilo estava correto.

Einstein ignorou que o universo das massas e o universo das energias não poderiam interagir entre si, a partir daí desenvolveu o que conhecemos hoje por E=mc² onde energia pode se transformar em massa e vice-versa.

Ao nosso redor existem diversas primícias, mas não sabemos quem as impôs e nem quais eram os ideais dessa pessoa. Então verifique, tente saber de onde vieram todas essas regras a qual seguimos com tanto afinco.

Não faz nenhum sentido fazer algo só porque todos estão fazendo ou porque todo mundo sempre fez isso, você deve saber por que está fazendo.

Pense, nunca deixe de pensar, deixe que sua mente seja livre, acredite naquilo que você realmente acredita, assim ninguém poderá manipulá-lo.

Criei esse blog com a intenção de postar alguns pensamentos sem nenhum compromisso, sejam eles sobre sociedade, ciências, tecnologia, religião, que seja, o que interessa são as idéias.

Lembre-se Pensar é Preciso.