sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Vida analógica

Nossa vida não é definida, não é algo lógico, ela tem variações e não pode ser prevista.

Definições

Lógica: do grego clássico logos, que significa palavra, pensamento, idéia, argumento, relato. Aquilo que tem uma razão e é definido.

Ana: negação (não o nome de uma mulher).

Introdução

Uma seqüência numérica é algo lógico, se considerarmos o conjunto dos números naturais teremos 1, 2, 3, 4, 5... . Mas entre os números 1 e 2 temos infinitos números, então usamos o conjunto dos números reais, 1, 1.1, 1.2, 1.21, 1.22... . E ainda entre cada par de números há infinitos números, o que nos leva a uma não definição.

Desenvolvimento

Nos dias atuais a vida é levada de forma lógica, isso por imposição do sistema atual, temos que acordar no mesmo horário, pegar o mesmo ônibus, descer no mesmo ponto, entrar na empresa naquela hora específica, sair no horário pré-definido... .

Nossa vida não é definida, não é algo lógico, ela tem variações e não pode ser prevista. Devemos levar em conta as variações de humor e as condições emocionais de cada um. Às vezes não temos condições de trabalhar, mas como fomos programados para ir, então devemos ir.

Conclusão

A vida não pode ser considerada apenas por números naturais, mas sim por todo o conjunto dos números reais, levando-se em conta todas as variações e condições.

Não devemos nos prender a lógica do sistema, sejamos analógicos e livres.

 

Texto extraído com muito cuidado da cabeça do Bruno.