quinta-feira, 30 de abril de 2009

O Sabor

palhacos-1

[…]

Se não tivesse tristeza só teria alegria, mas depois de um certo tempo ficaria uma porcaria.
Por isso se eu pudesse não tiraria nem o sofrimento nem a dor, pra que quando viesse a felicidade sentíssemos o sabor do amor.

[…]

Trecho da música “Magina de Pipo” de André Abujamra

 

Quanto maior for o sofrimento maior será o amor, e maior será a felicidade que é o sabor do amor.

Sofrimento, amor, felicidade.

Sofra, ame, sejá feliz.

 

Encefalografado por mim.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Fogo = mc²

Ora, quem nunca ouviu falar desta famosa equação, E=mc², mas quem a entende? Faremos o seguinte, vamos desmembrá-la.

E

Energia.

Do grego εργος (ergos) que significa trabalho.

Percebemos ela em todo lugar, na luz, no calor, na força do vento, na eletricidade, entre outras. A energia movimenta o mundo e nos movimenta, ela não é palpável é sentida.

Sua unidade de medida é o Joule.

=

Igual.

Simbolo matemático que indica igualdade.

O lado esquerda da equação é igual ao lado direito, por exemplo, x=y, x é igual a y.

Existe também o ≠, diferente de.

m

Massa.

Pode ser definida como a resistência de um corpo a entrar em movimento.

A massa é medida em grama e o peso de um objeto é obtido através da multiplicação da massa pela força da gravidade, o peso é uma força, então medido em newton (N), ou seja, você não pesa 80Kg (oitenta quilogramas), mas sim 80N (oitenta newtons).

c

Celeritas.

Velocidade da luz.

299.792.458 m/s ou 1.079.252.848,8 km/h.

²

Quadrado.

Lado vezes lado, um valor vezes ele mesmo, por exemplo, x² é igual á x vezes x.

E=mc²

Então juntando tudo temos que:

Energia é igual a massa vezes a velocidade da luz ao quadrado.

Pensemos assim, essa equação nos diz que a energia se relaciona coma massa, ou melhor que da energia eu posso obter massa, e da massa, energia. Trocando por miúdos estou dizendo que posso transformar uma pedra em calor por exemplo?

Mas qual a proporção? Vejamos, E=mc², a velocidade da luz é 299.792.458 m/s e ao quadrado então fica 89.875.517.873.681.764 m/s, ou seja, a energia vai ser igual a massa vezes 89.875.517.873.681.764. Muito, muito grande.

Visualizando

Assim é possível enxergar o tamanho do estrago, uma pequena pedrinha pode se tornar em uma energia gigantesca, muito calor, luz, movimento e etc. Assim que funciona a bomba atômica que devastou cidades inteiras com pequenos pedaços de massa.

No título citei fogo como sendo igual a mc², agora fica claro, quando acendemos um fósforo de onde vem aquela luz e calor do fogo? A maior parte do material do fósforo se carboniza e vira cinzas, outra parte vira fumaça, e a menor parte, de uma forma incrível se transforma em calor e luz.

Esta equação foi publicada por Albert Einstein em 1905 e revolucionou a ciência.

Por favor, perdoem qualquer equívoco científico neste texto.

Equívocos científicos e devaneios de Bruno César

quinta-feira, 5 de março de 2009

Salmo de Bruno

Salmo de Bruno, elogio a justiça de Deus

Como é justo o meu Deus.

Que pela manhã faz o sol se levantar, e que todo dia prepara o caminho por onde eu passo.

Como é justo o meu Deus.

Que a noite faz a lua se levantar, e me da paz para que eu durma.

Tantas coisas eu quero nessa vida, faculdade, um bom emprego, uma boa casa.

Oh Senhor, tu sabes de tudo isso, mas parece que as coisas não dão certo.

Parece que só os outros conseguem.

Tu tens o tempo nas mãos, e controla tudo com sabedoria.

Eu sei que a hora vai chegar, e tudo que eu preciso eu já tenho.

Obrigado senhor por tudo o que fez, esta fazendo e ainda fará.

Porque o meu Deus é justo.

Como é justo o meu Deus.

Que pela manhã faz o sol se levantar, e que todo dia prepara o caminho por onde eu passo.

Como é justo o meu Deus.

Que a noite faz a lua se levantar, e me da paz para que eu durma.

Relato clichê:

Criei esse salmo em 18 de dezembro de 2007, nessa época estava desiludido com a situação em que me encontrava, hoje mais da metade do que queria naquela época aconteceu, tanto que precisei dispensar algumas coisas para ficar com outras. Que venha agora a boa casa.

Sermão clichê:

Não acredito na teoria de O Segredo, mas de uma certa forma quando você quer algo e busca aquilo, de um jeito ou de outro você chega lá.

Podendo escolher, escolha aquilo que gosta, seja você mesmo, faça a sua parte, não tente fazer a dos outros, ora, os outros já a fazem.

Lembre-se que a hora vai chegar e tudo o que precisa você já tem.

Como é justo o meu Deus.

Lembranças e agradecimentos percebidos em mim.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Caros administradores

De: Bruno César [mailto:bruno.cesar@live.com]
Enviada em: segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009 01:36
Para: nossocanal@teleperformance.com;
Assunto: Acúmulo de funções
  Olá.
  Caros administradores da empresa,
meu nome é Bruno César Ferreira Santos, sou colaborador há um ano nesta empresa na função de operador de suporte da operação UOL, atualmente no nível II VIP.
  Esses dias fui pego com uma notícia desagradável, nós do grupo VIP iremos também atender ligações de outro grupo distinto (grupo modem), com funções bem diferentes das atuais por mim exercidas.
  A empresa já contrata funcionários para desempenhar a função deste outro grupo, por que então repassar esta função para nós?
  Infelizmente sinto que esta é uma forma de cortar custos e manter a produtividade sobrecarregando os funcionários.
  Sei que não tenho amparo legal para dizer que isso é acúmulo de funções, mas não é?
  Gostaria de esclarecimentos sobre o caso, pois eu e meus colegas estamos descontentes com a situação e infelizes em trabalhar para uma empresa que trata seus colaboradores desta forma, não somos máquinas. Falamos, pensamos, sentimos, choramos e vivemos.
  Nós atendentes estamos na atividade fim da empresa, realizamos aquilo que a empresa se propõe a fazer, mas aqueles que estão em atividades de apoio (leia: administração, supervisão, qualidade, etc.) tem mais respeito e importância que nós.
  Para finalizar irei citar uma frase que não sei dizer o autor:
"Se você não serve o cliente, sirva a quem serve."
Certo que responderão, desde já agradeço.

Enviei esta mensagem a fim de entender o que pensa a empresa em que trabalho e o que a faz decidir o que devemos fazer.
Aprendi a não aceitar tudo sem um bom argumento e estou a seu aguardo.
A única resposta que recebi foi esta abaixo no dia nove de fevereiro às 22h55:

Olá Bruno,
Recebemos a sua mensagem e já encaminhamos para avaliação da área responsável.
Escreva sempre ao Nosso Canal!

Espero que a “área responsável” faça mesmo uma “avaliação”.
Sinceramente não espero uma resposta, mas sei que dei um passo importante na tentativa de viver analogicamente neste mundo, ser anormal e pensar, aliás, isso é preciso!

Revolta localizada na cabeça do Bruno.