quinta-feira, 5 de março de 2009

Salmo de Bruno

Salmo de Bruno, elogio a justiça de Deus

Como é justo o meu Deus.

Que pela manhã faz o sol se levantar, e que todo dia prepara o caminho por onde eu passo.

Como é justo o meu Deus.

Que a noite faz a lua se levantar, e me da paz para que eu durma.

Tantas coisas eu quero nessa vida, faculdade, um bom emprego, uma boa casa.

Oh Senhor, tu sabes de tudo isso, mas parece que as coisas não dão certo.

Parece que só os outros conseguem.

Tu tens o tempo nas mãos, e controla tudo com sabedoria.

Eu sei que a hora vai chegar, e tudo que eu preciso eu já tenho.

Obrigado senhor por tudo o que fez, esta fazendo e ainda fará.

Porque o meu Deus é justo.

Como é justo o meu Deus.

Que pela manhã faz o sol se levantar, e que todo dia prepara o caminho por onde eu passo.

Como é justo o meu Deus.

Que a noite faz a lua se levantar, e me da paz para que eu durma.

Relato clichê:

Criei esse salmo em 18 de dezembro de 2007, nessa época estava desiludido com a situação em que me encontrava, hoje mais da metade do que queria naquela época aconteceu, tanto que precisei dispensar algumas coisas para ficar com outras. Que venha agora a boa casa.

Sermão clichê:

Não acredito na teoria de O Segredo, mas de uma certa forma quando você quer algo e busca aquilo, de um jeito ou de outro você chega lá.

Podendo escolher, escolha aquilo que gosta, seja você mesmo, faça a sua parte, não tente fazer a dos outros, ora, os outros já a fazem.

Lembre-se que a hora vai chegar e tudo o que precisa você já tem.

Como é justo o meu Deus.

Lembranças e agradecimentos percebidos em mim.